quinta-feira, 12 de maio de 2011

Ás de copas fora do baralho!!!

Eu não vim até aqui pra desistir agora...
A infinita Highway , sempre me leva a você...
Dom Quixote
Borboletas no aquário
Profana Luz a me guiar...
Envelheci 10 anos ou mais neste ultimo mês...
Dancei sem querer dançar...
Subi e desci serras totalmente cega pela serração...
O café me deixou ligada
Você ficou de ligar
E a noite foi um inferno , desespero de esperar...
Olhos de ler códigos de barras
Que bom que seria viver sem você todo e qualquer dia...
Não me pergunte em que dia eu nasci 
Não me pergunte em que cidade eu vivi
Eu não sei!!Me dá tua mão vem viver , vem lutar lado a lado
Se meu passado fosse outro..
Se fosse outro o presente...
Se o futuro nos trouxesse
O que faltava antigamente
Eu cantaria as canções
Que se fazia de repente
Sacro sino compunha
Minha sina, tua unha
Carne, sangue & pus

Eu não te amo , você é utopia
Mas adoro sonhar você cantando suas canções
Eu tinha 11 anos quando escutei sua voz no video show
Parabólica...
Nada nos separabólica
te vejo infinita
invejo quem grita
o fim do silêncio: canção que não acabou
interna luz em fuga
lanterna sangra e suga
pra ouvir melhor, melhor apagar a luz...

Engenhiros do Hawaii
Uma suave fixação....

3 comentários:

  1. uau...show mesmo! que devoção... Parabens querida novamente.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Muito massa....
    Eu tbm sou Eng. Hawaiiano...
    bomd++
    Parabéns

    ResponderExcluir